May the odds be ever in your favour

225a0082787acf60be1bb0ffd5904961

Ontem vi o Catching Fire, o segundo filme da saga Hunger Games. Gostei muito do primeiro – não fazia a menor ideia do que se tratava, mas é daqueles filmes light com uma história diferente e dinâmica que se vê super bem. Não pensei que fosse gostar também do segundo (na saga Twilight, por exemplo, só o primeiro filme é que conseguiu captar a minha atenção – o Robert Pattinson não teve magnetismo para mais!), mas gostei. A Jennifer Lawrence continua linda e intensa e desta vez os restantes personagens ganham uma nova dimensão. Espero ansiosamente pela continuação.

Anúncios

Top 5: Séries do momento

Adoro séries. Que cliché! Não há telenovela que me prenda a atenção, mas papo séries como se não houvesse amanhã. E se gosto muito,vejo os episódios vezes sem conta. Ainda hei-de fazer um Top 5: Séries de sempre, mas hoje vou enumerar as séries que ando a ver:

#1 Game of Thrones

got

A primeira vez que tentei começar a ver o GoT adormeci passados 15 minutos. Passados uns meses voltei a tentar e dessa vez não adormeci. Pelo contrário: fiquei vidrada, viciada, com vontade de ver todos os episódios de uma vez só. Mil histórias que se desenvolvem serparadamente e que aos poucos vão revelando a sua interligação, mil personagens complexos que tanto nos mostram o seu lado mais vil como nos mostram vulnerabilidade, carácter ou bondade. Os meus personagens preferidos são o Tyrion Lannister, a Daenerys Targaryen e a Arya Stark.

#2 Scandal

sca

A principio a Kerry Washington não me convenceu. Aquele arzinho de madalena arrependida irritava-me. Mas comecei a ver a série porque dava todos os dias à hora a que eu estava a jantar e aos poucos a Olivia Pope e os seus gladiadores foram crescendo na minha consideração até que fiquei completamente presa na intriga da série. Um dos factores que ajudou muito a prender a minha atenção foi o guarda roupa da Olivia: 90% das vezes branco, imaculado e irrepreensível.

#3 Pretty Little Liars

pllOk, esta série é assumidamente teen. Mas comecei a vê-la e a intriga tem-se mantido viva, ainda não foi resolvido o mistério inicial e eu agora quero saber quem é o/a A. Também ajuda o facto das miudas serem todas giras e cheias de estilo… “Got a secret, Can you keep it, Swear this one you’ll save, Better lock it in your pocket, Taking this one to the grave. If I show you, Then I know you won’t tell what I said, Because two can keep a secret if one of them is dead.”… Esta musiquinha não me sai da cabeça.

#4 Parenthood

Parenthood

Não há episódio de Parenthood em que eu não desate a chorar. A sério, chega a ser embaraçoso. Então logo depois do Manel nascer eu desatava logo a chorar na música inicial quando ela cantava “…I can’t believe you’re mine…” Eu adoro séries de famílias (não me posso esquecer do Brothers & Sisters no post das melhores séries de sempre), e esta não é excepção.

#5 Modern Family

mofEsta é das poucas séries de comédia que me faz rir à gargalhada. Consigo rever os episódios sempre que dão na TV e rio-me sempre nas mesmas partes. Mais uma série de familias! Os personagens são surreais, eu diria mesmo requintadas – são estereotipadas,mas com uma profundidade que as faz parecer reais. Adoro a Gloria e o Cam e oPhil faz-me rir mas irrita-me ao mesmo tempo. Adorava quando dava na Fox life às 11 da noite… eu ia sempre para a cama bem disposta!

Top 5: Comédias Românticas

Se há coisa que me deixa bem disposta é ver uma boa comédia romântica. Nada preenche tão perfeitamente uma tarde fria de domingo. A verdade é que não há muitas que me encham as medidas, a maior parte acaba por descambar em mais romance que comédia e a fórmula certa para o sucesso reside precisamente no equilíbrio entre os dois géneros. Também reside em grande parte na escolha dos actores… digamos que para além de talentosos, têm que ser giros – tanto eles como elas – com qualquer coisa de “aproachable”: têm que nos fazer acreditar que aquela história é real e podia perfeitamente acontecer a qualquer um de nós.

Posto isto, aqui vai o meu Top 5:

#1 Friends With Benefits

friends_with_benefits_ver2_xlg

Adorei este filme. Já gostava do JT como cantor, fiquei a gostar dele como actor… e ganhei uma mega girl crush pela Mila Kunis, a rainha do cool.

#2 Crazy Stupid Love

csl-poster

Este filme é demais. Tem cenas impagáveis, personagens inesquecíveis, diálogos hilariantes… e deu a conhecer o Ryan Gosling às mais distraídas: “oh my god, are you photoshopped???” Hahahaha…

#3 Love Actually

Love-Actually-Poster

Estes filmes de Natal nem sempre me convencem… mas este, para além de me fazer rir, tem uma das cenas romanticas mais fantásticas que já vi: aquela em que ele bate à porta da casa dela e por cartazes lhe diz que está apaixonado por ela (só é pena é que ela seja casada com o melhor amigo dele… ooohhh!)

#4 How to Lose a Guy in 10 Days

MV5BMjE4NTA1NzExN15BMl5BanBnXkFtZTYwNjc3MjM3._V1._SX400_SY591_

Aqui tenho que realçar a química entre a Kate e o Matthew: lindos, louros, bronzeados e feitos um para o outro. Lembro-me que quando vi o filme pela primeira vez, adorei este vestido amarelo!

#5 The Ugly Truth

MV5BMTM2MTM2OTUwNl5BMl5BanBnXkFtZTcwNTgwNTE0Mg@@._V1._SX508_SY755_

Neste filme devo dizer que não adoro nenhum dos actores. Mas fartei-me de rir. A cena do vibrador no restaurante…

#KUWTK

4f8cdc05a8749a1e03dfd0016b6a4a55

Para quem há cerca de 10 anos sai de casa para trabalhar de manhã e só regressa ao fim do dia, passar uma temporada sem trabalhar é (entre outras coisas, felizmente!) redescobrir as maravilhas da chamada “daytime television”. No meu caso, os Maneis Luises, Cristinas e Júlias desta vida não despertam a menor atenção… ao contrário das rainhas dos reality shows: Kourtney, Kim e Khloe Kardashian! Admito, fiquei viciada. Desde o Keeping Up With The Kardashians ao Kourtney and Kim Take Miami, passando pelo Khloe and Lamar… papei tudo o que era episódio!

A primeira vez que me deparei com esta família foi quando fui a NY, já há uns anos. Estava no stand da Clinique do Macy’s a comprar um pó bronzeador e a senhora que me estava a mostrar os produtos dizia-me que aquele era o pó preferido da Kim Kardashian… (eu não fazia ideia quem era a Kim Kardashian, mas fui dizendo que sim)… e por acaso no dia seguinte apanhei um episódio do KUWTK no canal E! que já nessa altura adorei ver.

A série relata a vida de uma família de três irmãs e um irmão (Kourtney, Kim, Khloe e Rob), filhos de um primeiro casamento de uma mãe (Kris Jenner) que entretanto voltou a casar e tem mais duas filhas (Kendall e Kylie) e cujo novo marido (Bruce Jenner) tem também dois filhos (Bruce e Brody) de outro casamento. Juntamos a isto as aventuras e desventuras dos maridos/namorados/filhos de cada um dos filhos mais velhos. Em cada episódio há sempre um conflito… claramente inventado só para a série não ser uma seca. Mas à volta desse suposto conflito acabam sempre por se chatear todos e no fim, inevitavelmente, fazem as pazes e regozijam-se por serem uma família tão unida.

É fútil, sim. Mas eu gosto.

new girl

imagem via google

Antes da estreia na Fox Life, li um artigo na Time Out em que diziam mal desta série: que tudo girava à volta da Zooey Deschanel, que os outros actores eram medíocres, que não tinha piada, que havia por aí séries muito melhores…

… na verdade, a Joanna Goddard do A Cup of Jo já tinha falado da série no blog dela há muito muito tempo… e eu tinha ficado cheia de curiosidade (claro que tenho a Jo em muito mais alta consideração do que os críticos super intelectuais da Time Out.)…

…e é claro que ela não me deixou ficar mal. Estou viciada na série… eu que raramente me rio destas piadas de sitcom – sou capaz de esboçar um sorriso e tal, mas nada mais – dou por mim a rir à gargalhada em todos os episódios!

Aconselho: quartas feiras às 21h25 na Fox Life. (E só dura cerca de meia hora… oooh!)