I miss this…

1c94913a831d86b90ed1a61855aebcc9

Gostava de conseguir voltar a incluir a prática de Ashtanga Yoga (aqui) no meu dia a dia. Faz-me bem ao corpo, mas principalmente à mente. Neste momento parece-me impossível voltar a levantar-me às 6 da manhã para ir praticar às 7, mas… espero um dia conseguir voltar.

May the odds be ever in your favour

225a0082787acf60be1bb0ffd5904961

Ontem vi o Catching Fire, o segundo filme da saga Hunger Games. Gostei muito do primeiro – não fazia a menor ideia do que se tratava, mas é daqueles filmes light com uma história diferente e dinâmica que se vê super bem. Não pensei que fosse gostar também do segundo (na saga Twilight, por exemplo, só o primeiro filme é que conseguiu captar a minha atenção – o Robert Pattinson não teve magnetismo para mais!), mas gostei. A Jennifer Lawrence continua linda e intensa e desta vez os restantes personagens ganham uma nova dimensão. Espero ansiosamente pela continuação.

Dica #3

Imagem2

Invisibobble

Este elástico para o cabelo foi a minha mais recente descoberta. A sua grande vantagem é não partir, não repuxar e não marcar o cabelo. Para além das cores berrantes também há em preto e transparente, por isso pode perfeitamente ser usado em qualquer ocasião.

Go Green or Go Home

Imagem1

(imagem via Green Kitchen Stories)

Quanto ao tema da perca de peso, sempre fui adepta da máxima: faz a dieta que quiseres, mas segue-a coerentemente do inicio ao fim. Há dietas que nos podem parecer um pouco estranhas, mas que para determinadas pessoas funcionam a 100% e outras que funcionam para uns e não funcionam para outros… somos todos diferentes e cada um perde peso da maneira que lhe parecer melhor… a grande questão que se coloca é: e depois da dieta?

Ultimamente qualquer pessoa que esteja minimamente atenta à blogosfera e redes sociais já se deve ter apercebido da tendência de alimentação saudável que se faz sentir um pouco por todo o lado. Começou por estar relacionada com grupos muito específicos (como os desportistas, os health-freaks ou os yogis), mas cada vez mais se tem vindo a tornar num estilo de vida para muitas “pessoas normais” e ao contrário da ideia pré-concebida de que a comida saudável não tem a menor graça, surgem uma série de páginas e blogs com receitas deliciosas, cheias de cor e que só fazem bem.

lasagna

(imagem via My New Roots)

Tenho andado a pensar que depois de acabar a dieta que estou a fazer e estabilizar o meu peso-alvo, devo repensar a minha forma de comer no dia a dia. Menos comidas processadas. Menos congelados. Mais frescos, aproveitando bem os produtos sazonais. Por vezes o meu grande inimigo é o tempo: não há tempo para fazer compras diariamente (ou quase) e muitas vezes quando estou finalmente disponível para fazer o jantar já só me apetece morrer para o mundo no sofá… mas penso que com alguma organização e jogo de cintura, tudo é possível.

(Por cá, sigo duas páginas dedicadas também à alimentação saudável, que apesar de não serem esteticamente tão apetitosas como as estrangeiras, têm imensa informação e receitas interessantes – Felt by Heart e Oui Oui Saudável.)

Can DIY

af19e6671b23a0c2cce5ed182dd9e5b3

Decidi começar a guardar as latas de leite de bebé que se vão acabando para fazer um DIY qualquer que ainda não decidi muito bem o que vai ser. Esta hipótese é forra-las com uma manga de uma camisola de malha antiga. Fica giro!